O ponto de situação dos 12 jogadores que estão de volta depois de terem estado emprestados

São 12 os jogadores que estiverem emprestados pelo Sporting a outros clubes na época passada e que se deverão apresentar para o arranque dos trabalhos, maior parte, apenas para dar tempo ás negociações que os vão levar de novo para outro clube, terminarem. Alguns já têm clubes interessados, outros parecem casos complicados mas há quem venha para se mostrar a Rúben Amorim:

Pedro Marques: Regressa e para tentar convencer Rúben Amorim. Demonstrou qualidade no Gil Vicente e é dos poucos desta lista que tem argumentos para lutar por um lugar no plantel leonino. Vai-se apresentar no primeiro dia da pré-época e com o claro objetivo de se juntar a Paulinho e Tiago Tomás no plantel.

Valentin Rosier: Não vai ficar no plantel de Rúben Amorim, muito por culpa da situação que o afastou do plantel mal o treinador leonino chegou e não se entendeu com o francês. Quer ficar no Besiktas e o campeão turco quer ficar com ele, sendo que o próprio recentemente confirmou essa intenção e referiu que os dois clube estão a conversar sobre os moldes do negócio.

Andraz Sporar: Só em último recurso o esloveno ficará em Alvalade, com o nosso clube a querer fazer um encaixe financeiro já neste mercado de transferências. Sporar nem deverá integrar o grupo ás ordens de Rúben Amorim e tem sido associado a clubes turcos, gregos e ao CSKA da Rússia, com o grande entrave a ser os valores na ordem dos 7 milhões que o Sporting quererá encaixar, seja no imediato, seja numa opção de compra obrigatória.

Rodrigo Battaglia: Já revelou à imprensa que o Hurácan da Argentina está interessado na sua contratação, mas que o seu desejo é ficar na Europa, com o seu agente a confirmar recentemente negociações entre o Sporting e o Panathinaikos.

Idrissa Doumbia: Teve uma época fraca em Espanha e neste momento é uma grande incógnita o seu futuro. Seria uma grande surpresa se Rúben Amorim, que até o conhece já pelo final da época 2019/2020, apostasse nele, mas também não ganhou mercado para dar um encaixe financeiro ao Sporting pelo que deverá conhecer novo empréstimo.

Abdoulay Diaby: Época para esquecer do belga de 30 anos, que também só deve voltar para se apresentar na academia pois não vai entrar nos planos da equipa principal. Quase certo que irá sair por empréstimo, resta saber se irá continuar na Bélgica, única liga onde chegou a demonstrar rendimento.

Eduardo Henrique: Tem interessados na Turquia com o Sporting a querer ver de volta os 3 milhões que investiu no seu passe. Recentemente em declarações a um jornal, demonstrou admiração e vontade de trabalhar com Rúben Amorim, algo que não deverá acontecer.

Tiago Ilori: Um grande e grave problema para resolver, pois nenhum clube que aceite receber Ilori tem capacidade para pagar sequer metade do seu salário. Não será uma surpresa se ficar a treinar à parte durante toda a temporada, sem colocação.

Pedro Mendes: Também se deverá apresentar no Sporting e realizar pelo menos o início da pré-época mas sem grandes argumentos para ficar na equipa. Precisa de crescer e se conseguir um empréstimo na primeira liga para isso, era o ideal.

Ivanildo Fernandes: Ao que parece tem um interessado na Ucrânia e um em Itália, com o Sassuolo a oferecer 2 milhões pelo seu passe, proposta que estará a ser analisada pelo nosso clube. Entretanto deverá também apresentar-se em Alvalade, mas com probabilidade de ficar reduzida.

Leonardo Ruiz: Acaba contrato na próxima temporada e não será uma surpresa se acabar dispensado com o Sporting a manter metade do passe, como já fez no passado. Tinha uma época importante para demonstrar números e garantir pelo menos lugar na primeira liga portuguesa este ano, coisa que não conseguiu fazer em Espanha.

Filipe Chaby: Deverá continuar emprestado, ou mesmo sair em definitivo a custo zero, para um clube do segundo escalão português.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *